Portuguese Portuguese

Notícias

Estreitamento de relações de cooperação universitária com as universidades espanholas e a colaboração em projectos educativos e culturais

Discussão do Plano Estratégico da UniRovuma entra na fase derradeira

A Universidade Rovuma (UniRovuma) convidou, hoje, na cidade de Nampula, diferentes individualidades, entre colectivas e singulares, para auscultar as suas opiniões com vista ao enriquecimento do Plano Estratégico desenhado por esta instituição de ensino superior.

O Plano Estratégico da UniRovuma (PEUR) está a ser elaborado para um horizonte temporal de uma década (2022-2032), incorporando-se nele importantes pilares, como por exemplo infraestruturas, recursos humanos (docentes e funcionários), entre outros que possam reflectir os anseios institucionais, em particular, e dos locais onde ela está implantada, em geral.

Falando na abertura do seminário de um dia, o Secretário de Estado da província de Nampula, Mety Oreste Gondola, afirmou que o PEUR deve ser elaborado tendo em conta a realidade local, não querendo, com isso, significar que o mesmo não olhe para o País como um todo.

“Ao elaborarmos o Plano Estratégico da nossa Universidade temos que ter em consideração o que a Universidade Rovuma representa para a nossa província, em primeiro lugar, e para o País inteiro, pois o que almejamos é que ela tenha uma actuação ampla, incluindo fora das fronteiras do próprio País”, acrescentou Mety Gondola.

Para Mety Gondola, a satisfação da população da província de Nampula, em particular, e de Moçambique em geral, sobre o bom funcionamento da UniRovuma nos próximos 10 anos dependerá do grau de sinceridade que tiverem os grupos sociais convidados pela Universidade para a ajudarem na elaboração do seu Plano Estratégico.

Ele disse, mais adiante, que a UniRovuma não deve perder de vista o contexto e a realidade em que a instituição está inserida e que, por via disso, é importante que se acautelem alguns pressupostos que possam obstruir as boas intenções desta instituição de ensino superior.

O Secretário de Estado apontou o terrorismo que se implantou na província nortenha de Cabo Delgado, desde 2017, com tendência de se estender para o sul e oeste daquela região, e as mudanças climáticas cíclicas, que nos últimos anos têm sido constantes e fustigado Moçambique de forma severa.

Por sua vez, a Vice-reitora da Universidade Rovuma, Profa. Catedrática Sarifa Fagilde, disse que a elaboração do PEUR é um processo participativo com o objectivo de realizar a missão da Universidade e de dar seguimento a visão do futuro, promovendo uma ampla reflexão sobre o que deve nortear as actividades académicas e administrativas, o que resultará na proposição de medidas para o aperfeiçoamento institucional.

“Este Plano estratégico não constitui uma ruptura com o caminho que temos vindo a seguir, disse a Vice-reitora”, acrescentando que “ele parte das nossas aspirações e dos notáveis resultados alcançados anteriormente para projectar novas linhas de desenvolvimento e explorar novas oportunidades”.

A Profa. Catedrática Sarifa Fagilde sublinhou que a UniRovuma concebeu este plano para garantir que as acções e estratégias previstas possam contribuir para o desenvolvimento económico e social do País, a partir do conhecimento que se deve ter a nível local.

 

Cursos de Curta Duração

 
   

Edital de Mestrados na UniRovuma - Extensão de Cabo Delgado

 

A Universidade Rovuma - Extensão de Cabo Delgado torna público que estão abertas, de 22 de Agosto à 22 de Setembro do ano em curso, as inscrições para o ingresso nos cursos de MESTRADO EM LINGUÍSTICA BANTU (MLB) e MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO EDUCACIONAL (MAGE).

 

 

Para mais informações, clique aqui.

Reitores das novas universidades renovam apelo de cooperação para o seu crescimento

Os Magníficos reitores das novas quatro Universidades criadas há três anos terminaram, na tarde da Sexta-feira, o seu terceiro encontro renovando os seus apelos para mais cooperação e colaboração para o crescimento das suas instituições.

A Prof. Doutora Emília Nhalevilo, Magnífica reitora da Universidade Púnguè e anfitriã do encontro em Chimoio, a capital da província de Manica, disse, falando no encerramento da reunião, que com “espírito de cooperação e muita humildade chegaremos longe e consolidados para servirmos os nossos concidadãos”.

“Por aquilo que aqui se deixamos expressos, nós todos queremos ir e chegar longe, daí a importância desta nossa colaboração”, acrescentou a Prof. Emília Nhalevilo, sublinhando o facto de, como ilustrativo dessa colaboração e cooperação, ser a primeira vez que no encontro participam todos os quatro Magníficos reitores e vice-reitores.

O encontro, segundo a reitora da Universidade Púnguè (UniPúnguè), visou buscar, uma vez mais, sinergias para fazer face aos desafios que se impõem às instituições de ensino superior no País, em geral, e em particular às novas, mormente de ordem política, social e económica.

Para Emília Nhalevilo, as quatro Universidades possuem estruturas específicas diferentes, mas com muita similaridade em vários aspectos, sendo um dos exemplos disso os respectivos estatutos através dos quais se guiam.

O Magnífico reitor da Universidade Rovuma, Prof. Doutor Mário Jorge Brito dos Santos, por sua vez, considerou o encontro como “um excelente ambiente para discussão franca e acesa”, o qual permitiu que os presentes saiam do mesmo com mais aprendizagem.

“Estamos cientes de que nos vamos orientar mais para acções conjuntas que nos levem a aumentar o nosso conhecimento com vista ao nosso crescimento, em geral, e da região em que nos encontramos inseridos, em particular”, sublinhou Brito dos Santos.

Por outro lado, o Magnífico reitor da Universidade Licungo (UniLicungo), Prof. Doutor Boaventura José Aleixo, afirmou que as Universidades devem ser persistentes apesar de as respostas de quem devia responder as suas preocupações com urgência serem lentas. “Saímos daqui mais preparados e convictos para continuarmos a andar firmes, pois queremos instituições sólidas e robustas”, observou Boaventura Aleixo.

Por sua vez, o Magnífico reitor da Universidade Save (UniSave), Prof. Doutor Manuel José de Morais, precisou que o encontro demonstrou que as novas instituições de ensino superior continuam a ser “uma família”, cada um seguindo o seu caminho, mas engajado nos mesmos objectivos.

“Regressamos às nossas Universidades com uma bagagem considerável de experiência, o que esperamos aumentá-la quando nos encontrarmos daqui há um ano na Universidade Save, disse o Prof. Manuel de Morais.

Os quatro grupos de trabalho constituídos discutiram, com mais relevância, os pontos através dos quais as Universidades usam como seus principais pilares, nomeadamente, a governança universitária, a edificação e apetrechamento de infra-estruturas, a gestão financeira e, por último, a administrativa.
 

CONTACTE-NOS

Endereço:

Reitoria
Avenida Josina Machel nº 256
Caixa Postal 544
E-mail: secretariageral@unirovuma.ac.mz
Nampula-Moçambique
Campus Universitário de Napipine
Bairro de Napipine – Cidade de Nampula

Extensão do Niassa
Campus Universitário – Bairro de Nangala
Telefax: 27121520
Caixa Postal no. 04
Cidade de Lichinga
E-mail: urniassa@unirovuma.ac.mz

Extensão de Cabo Delgado
Campus Universitário de Ncoripo
Cidade de Montepuez
Caixa Postal no. 04
E-mail: unirovuma-cd@unirovuma.ac.mz
Tel. 20030181- Montepuez