secretariageral@unirovuma.ac.mz

brevemente

VISÃO

A Universidade Rovuma pretende ser uma instituição de ensino superior de qualidade e excelência no processo de ensino e aprendizagem e nos serviços de pesquisa e extensão a nível nacional, regional e internacional.

MISSÃO

A Universidade Rovuma tem como missão formar técnicos superiores com qualidade de modo a que contribuam de forma criativa para um desenvolvimento económico sociocultural sustentável.

VALORES

Excelência Académica | Cultura Académica | Liberdade de Pensamento e de expressão | Autonomia | Internacionalização | Humanismo e Integridade | Igualdade e Equidade | Reforço da cidadania, do patriotismo, da consciência cívica e ética | Laicidade | Inserção comunitária | Inovação e criatividade

Acessos: 533

UniRovuma acolhe cerimónias centrais ao nível da Província de Nampula

A Universidade Rovuma acolheu, no último final de semana, as cerimónias centrais ao nível da Província de Nampula, alusivas ao Dia Mundial da Árvore, assinalado no dia 21 de Março em todo o mundo.

As cerimónias em Nampula ocorreram no futuro Campus da UniRovuma no Posto Administrativo de Anchilo, a mais de 20 quilómetros a este da capital provincial, e caracterizou-se no lançamento do Projecto de Plantio de Árvores do Jardim Botânico desta instituição de ensino superior.

Ao abrigo do projecto, desenvolvido em parceria com os Serviços Provinciais das Florestas e Fauna Bravia de Nampula, serão plantadas, de forma faseada, cerca de duas mil mudas de árvores nativas de diferentes espécies, entre elas, jambire, umbila, chanfuta, acácias amarelas e vermelhas e casuarinas.

Falando na ocasião e perante directores da UniRovuma, convidados e população local, a Vice-reitora da instituição, Prof. Doutora Sarifa Fagilde, considerou o projecto de capital importância, pois o mesmo servirá de um meio de aprendizagem e pesquisa dos estudantes, concretamente os do curso de Biologia.

Para a Vice-reitora, as mudas ora plantadas, e outras que seguirão a mesma via, constituem um “marco indelével” na história da Universidade Rovuma.

Ela deixou um apelo no sentido de não se esperarem por resultados imediatos, mas que toda a comunidade académica e a comunidade local acarinhe este projecto, conservando as plantas.

“O Jardim Botânico, cujo início estamos hoje a testemunhar, visa trazer próximo da UniRovuma diversas espécies de árvores, para facilitar diversos estudos sobre o crescimento médio anual das plantas, o corte admissível, identificação de diversos usos, entre outros”, disse a Prof. Sarifa Fagilde.

Por seu turno, o chefe dos Serviços Provinciais das Florestas e Fauna Bravia, Engenheiro Luís Tomás Sande, disponibilizou o apoio técnico da sua instituição para que as plantas cresçam sem sobressaltos.

“Hoje estamos a iniciar um relacionamento com a UniRovuma que pretendemos que seja duradoiro e, da nossa parte, estamos dispostos em assistir, tecnicamente, o Jardim Botânico cujo projecto vamos lançar”, precisou o Engenheiro Tomás Sande.